sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Um Som!

Edge Of Seventeen - Stevie Nicks



Tradução que não fiz:

Limite dos Dezessete

Assim como a pomba de asas brancas
Canta uma canção
Soa como se ela estivesse cantando
Whoo... whoo... whoo...
Assim como a pomba de asas brancas
Canta uma canção
Soa como se ela estivesse cantando
Oh, baby, disse...

E os dias passam
Como um fio no vento
Na rede que é minha
Eu começo outra vez
Disse ao meu amigo, baby...
Que nada mais importava

Ele não era mais...do que um bebê naquela época
Bem, ele parecia estar com o coração partido
Algo dentro dele
Mas no momento que eu coloquei os olhos nele pela primeira vez
Completamente sozinho
No limite dos dezessete (anos)

Eu fui hoje... talvez irei outra vez...
Amanhã
E a música lá era, de forma assustadora,
Familiar
E eu vejo você fazendo
O que eu tento fazer por mim
Com as palavras de um poeta
E a voz de um coral
E a melodia... Nada mais importava

As nuvens... nunca esperam isso
Quando chove
Mas o mar muda de cor
Mas o mar...
Não muda
E então...com o fluxo...graciosamente lento...
da idade
Eu fui adiante...com uma idade velha
Desejo...para agradar
No limite dos dezessete

Então de repente ...
Não houve... pé esquerdo
Na sala ... yeah yeah ...
Em uma inundação de lagrimas
Que ninguem jamais ouviu a queda de todos
Oh, eu fui procurar uma resposta
Encima das escadas... e no fundo da sala
Não para encontrar a resposta
Apenas para ouvir o chamado
De um pássaro da noite... cantando
Venha... Venha...

Então eu ouvi você na manhã
E eu ouvi você
Ao cair da noite
Às vezes para ficar perto de você ...
Estou incapaz de ouvir você
Meu amor
Estou alguns anos mais velha que você

2 comentários:

Cris de Souza disse...

vi-a-jei!

tanto no vídeo, quanto no verbo.

beijo, vais.

Vais disse...

Também gostei, viajei também :)
Esta canção faz parte da trilha do filme Escola de Rock.
Beijinho vai, Cris