terça-feira, 23 de março de 2010

alguns antigos(96/97)

.
O mistério da vida
Um grande acúmulo de coisas
Um amontoado de negócios
E na estação,
uma predominância de vagões



Teclados perderam dentes
Tarados por disquetes



Depois de tudo
a pedra concretiza-se
vai-se formando
dura como pedra
O antigo formato:
disforme
E naquela ausência
de deserto utópico
Passeia o lapidador
.
.
Alguns cantos
sem encontros específicos
no compasso do re
dividem-se em vários:
Das borboletas
Das cigarras
Do Cláudio
Do cachorro

Melodicamente
O cancioneiro
Entoava sons
Etéreos
Não marchem soldados
A ponte pode cair
Calado de repente
O repente
.

2 comentários:

Jens disse...

Há também o canto da Feiticeira - este o mais intrigante de todos.

Beijo, Vais.

Vais disse...

Pois é, né, Seu Jens,
in dentro
tri três
gante
ante
té mais
beijo prati Simpático e contente da volta