quarta-feira, 24 de março de 2010

Então

.
Se não mexe não toca
Se não toca não sacode
Se não sonha não toca
Sonhou, sonhava
Acordou e sonhava
Dormia e sonhava
Porém um dia
Ossos viraram rochas
Peles musgos
Pêlos pequenas folhagens
Surgiu do fundo a nascente
E jorrou forte
Explodiu os buracos da face
E o jato frio da cachoeira desceu
Não desligou a tomada
Descarga elétrica
Deu curto
Despertou arrepiada
Não toque
Não mexa
Banho frio o sonho
Nhô só ficava
Atraiu tanto que repeliu
Pra longe, longe, longe...
Ainda assim
Sempre que é lembrado
Beijos são enviados
Não importa
Se longe se perto
Beijos são enviados
Pisando na área cimentada
Andando no asfalto
Beijos são enviados
E se lembra mais foram
Às noites os pedidos
À lua crescendo cheia minguando
E se não lua às estrelas
Beijos são enviados
Se perto, sente
Se longe, pensa
.
(fev/10)
.

3 comentários:

Jens disse...

Beijos continuam sendo enviados, Feiticeira. E abraços também.
Bjs. e abçs.

Jens disse...

Dormi, sonhei, acordei e, longe, pensei e, então, resolvi passar aqui. Pra te deixar um beijo e desejar um bom findi.
Bom tempo pra você, Feiticeira V.

Vais disse...

Olá Simpático,
beijos e abraços são enviados prati
também
bom feriado e aproveite
grácias pelos desejos
beijinho Jens