sexta-feira, 18 de abril de 2008

senti falta


d'O SOOOMMMMM!!

Trouxe a capa da lastfm,

o clique é nela.



na terra de ninguém mora ninguém
porque se morasse alguém
não seria mais terra de ninguém
e sim
terra de alguém
o alguém é um
o ninguém é ninguém
e
o ninguém só é um elemento
quando unitário
__________________

navegando nas areias do tempo
o ônibus vira uma balsa
começa a voar
ninguém vê
ninguém sente
nas montanhas
a areia escorre
por entre os dedos
a água forma
vales nas dunas
e o mar
ah o mar
está bem debaixo de nós
(D/96)

4 comentários:

Halem Souza disse...

Ah, Vais, sou suspeito para falar, porque adoro toda a "Santíssima Trindade" do rock pesado: Deep Purple, Led Zeppelin e Black Sabbath (principalmente o Sabbath). Um abraço.

Moacy Cirne disse...

Não sou ligado em roque, a não ser excepcionalmente, mas sei que na terra da poesia mora a poesia. Um abraço.

Jens disse...

Oi Vais.
Deep Purple? Yeah!(Sim, eu já tive 20 anos).
Quanto à poesia: você não escreve para a mente de cavaleiros descuidados.
Às vezes, meu nome é ninguém e me sinto numa terra estranha.
Beijo.

Jens disse...

Oi Vais.
Passa lá no Refúgio da Sandrix e dá uma força.