sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

desenhos e frases

"Voilà! À vista, um humilde veterano vaudevilliano, apresentado vicariamente como ambos vítima e vilão pelas vicissitudes do Destino. Esta visagem, não mero verniz da vaidade, é ela vestígio da vox populi, agora vacante, vanescida, enquanto a voz vital da verossimilhança agora venera aquilo que uma vez vilificaram. Entretanto, esta valorosa visitação de uma antiga vexação, permanece vivificada, e há votado por vaporizar estes venais e virulentos verminados vanguardeiros vícios e favorecer a violentamente viciosa e voraciosa violação da volição. O único veredito é a vingança, uma vendeta, mantida votiva,não em vão, pelo valor e veracidade dos quais um dia deverão vindicar os vigilantes e os virtuosos. Verdadeiramente, esta vichyssoise de verbosidade vira mais verbose vis-a-vis uma introdução, então é minha boa honra conhecê-la e você pode me chamar de V."


"Você usa tanto uma mascara que, acaba esquecendo de quem você é."

"Não existe coincidência, apenas a ilusão de uma coincidência."



"Um símbolo sozinho pode não representar nada, mas se todos se juntam, um símbolo pode significar muito, pode significar a mudança de um pais"
.
"Estás temeroso de ser o mesmo em teu próprio ato e valor de que em teu desejo? Não terás o que mais estimas , o ornamento da vida , e viverás um covarde em tua própria estima, deixando "Eu não posso" ultrapassar "eu farei", como o pobre gato no adágio?"... És um homem".


"Eis que me fiz de santo quando na verdade era o demônio"
.
"Esconda-me e seja meu ajudante pois tal disfarce por acaso vai tomar a forma do meu propósito."


"Um homem pode morrer, lutar, falhar, até mesmo ser esquecido, mas sua idéia pode modificar o mundo mesmo tendo passado 400 anos."
"Ainda que nossa integridade valesse pouco, era tudo o que tínhamos"


.
"Suas bombas não matam nossa fome, mas alimentam nossa desgraça."

"Igualdade, justiça e liberdade são mais que palavras; são perspectivas!"

"O povo não deve temer seu estado. O estado deve temer seu povo."



************************
=> Todos os desenhos(clica que amplia) foram feitos, tirados da revista V de Vingança. No terceiro, a máscara pendurada, o escrito, eu escrevi. Nestes dois últimos, o que parece um mar e os cabelos, e aquelas montanhas com olhos e nariz são de minha imaginação.

=> Tinha sob meus cuidados um exemplar dos antigos, desta revista, me roubaram (ô amolação!), então estas frases trouxe da internet.


8 comentários:

Assis Freitas disse...

V de viço, vigor


beijo

Cris de Souza disse...

verborragia, viva, vais!!!

vários beijos.

Euza disse...

eu andava com uma saudade sem nome. agora sei que nela tem a letra V - mas bem que podia ser E ou D. beijo nas meninas. outro nocê, viu? e V de vitória pra todos nós!

Vais disse...

Ei Assis,
viva sua visita
valeu, moço
um beijo vai

*****************

Cris,
vamos, vejo vento virando vultos vivos varridos vivendo num vasto verbo... e vai e vem
beijos vão

**************

Loba, Loba, Loba
Bem vinda sempre
ô mulher, a falta também bateu aqui
que bom de ter você neste aosabor
fico feliz
beijos pra você e n@s querid@s pequen@s e nos grandes
e um grande viva pelas vitórias

Jorge Pimenta disse...

vais,
atrai-me especialmente o "v" com que se violenta a voz e o verbo. saber da viagem mais do que p vital é adiar o vento que veleja.
"Eis que me fiz de santo quando na verdade era o demônio". é uma questão de máscaras, como bem fizeste notar.
beijos mil!

Anônimo disse...

Só pensei que eu iria comentar e dizer um grande tema, não é o código por si mesmo? Realmente parece excelente!

Vais disse...

Saudações Jorge,
pois é, moço
quem de verdade são os santos e quem são os demônios?
prefiro os anjos aos santos
Mas, não temos dentro de nós algo de angelical e de endemoniados?
êta as contradições e as relatividades!

beijos mil pra você também

Vais disse...

anônim@,
????????.