quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Conjunto Unitário

edelvais e flores nos cantos: fofas Liz

5 comentários:

Marcello disse...

Não é à-toa que o nome é Uni-verso.
Abraço

Vais disse...

Saudações Marcello,
seu comentário me fez pensar num universo de imagens e palavras
valeu e um abraço

Vais disse...

Mais uma vez careço de vir por aqui nas correções/explicações. Se fosse prova de outra matéria, talvez tivesse descontado uns pontos, se o Professor fosse sabedor das regras na Matemática, e ainda bem que não é prova de Matemática, pois talvez tirasse um zero, na primeira versão deste desenho.

As regras:
Quando fazemos representações de conjuntos, através de diagramas, usamos letras maiúsculas para dar nome ao conjunto, e letras minúsculas para quando usarmos as letras como elementos.

beijos

Jorge Pimenta disse...

olá, vais!
passando por aqui, entre tantas coisas ocorre-me esta: se a matemática tivesse a luz e a graça que ganha neste teu post... ufa, não haveria necessidade de planos especiais ou de panaceias que tardam em exibir créditos definitivos :)
um beijinho!
p.s. as tuas palavras no viagens de luz e sombra deixam-me sempre sem reacção. humildemente te agradeço!
um beijinho renovado!

Vais disse...

Jorge,
fiz este desenho pensando em como, nós, seres humanos, sempre queremos agluma coisa a mais, parecemos insatisfeitos todo tempo, e com direito a, 'fulano tem tudo o que mais quer', mas às vezes estes desejos chegam e fica parecendo algo tão inerente, tão intrínseco a nós, que não é visto como uma mera reclamação.
E aí me vem a matemática...
Tenho um gosto pela matéria, gosto mesmo, desde as escolas. Já dei aula particular e dou ainda se precisar, já precisei de aula particular por causa de função, a Geometria é encantadora, mas tenho altas dificuldades na matemática financeira e estatística.
Os números estão a nossa volta, sem resumir a matemática aos números, assim como todas as disciplinas estão em nossas vidas, ao redor, dentro, e fico vendo como isso, ainda, não é tão aproveitado. O uso da imaginação é indispensável, principalmente nas disciplinas que aterrorizam e fazem arrancar os cabelos, mas tem professor@s que não tem muita paciência, infelizmente, aí vai a matéria também sofrendo a antipatia.

grata pelas palavras
beijo prati