domingo, 28 de setembro de 2008

Encontro Inês, mulheres, Recife

2001, 7 a 12 de maio, I Encontro Brasileiro de Mulheres Comunicadoras Comunitárias.
Ousar, transmitir e resistir sempre!
Recife, Pernambuco.
Êta Recife bão, Sandrinha Camurça!

Chegando lá, dividiria o quarto com mais três companheiras, uma delas, Maria Inês Amarante, logo ficamos íntimas, mesmo estando em oficinas diferentes.

Terminado o encontro, cada uma voltou ao seu Estado, fora, as que dali eram ou estavam.
Foram os únicos dias que estive em companhia prazerosa de uma mulher, de muitas viagens e porreta nas lutas.


Depois disso, nosso contato passou a ser virtual. Outro dia ela me enviou uma mensagem com uma cartilha, que resolvi publicá-la no Recanto, mas isto é outra história, mas é por causa dela que conto da Inês.

Muito convenientemente, fiz uma edição dos imeios que recebi, então usarei das próprias palavras da Inês para escrever dela.

Então você tá me pesquisando, heim? Não sou conhecida não, só tem que publiquei alguns trabalhos que aparecem na web e meu nome não fica assim em vão...

Em Europa, morei por quase 13 anos, entre Luxemburgo, França e Bélgica (este país por mais tempo).
Depois estive no Ceará por 6 anos na cooperação ONG (até final de 2001).
Depois 1 ano no Timor-Leste, na Asia (entre 2005-06).
Agora, estou paulistando, sou bolsista do CNPq na PUC, fazendo doutorado com bolsa integral (ufa!!) e tenho mais 2 anos para concluir tudo. Estou estudando teorias, discutindo teorias, pensando em minhas ações práticas, em minha praxis diante dessas teorias todas.

Meu programa Safari, que ganhou premio do MINC Fundação Palmares.

Concurso Palmares – programas de rádio para dowload - Safari - uma viagem afro-brasileira,
aqui.
e tenho uma mini entrevista no Youtube falando dele também,
www.youtube.com/watch?v=cp3HmgHabLk.

Entrevistas na mídia impressa: - VERAS, Dauro. Observatório Social DIEESE. Uma educadora brasileira em Timor Leste, 2006. Disponível aqui.

Um artigo publicado no Intermidias, aqui:

Também pode buscar no meu CV Lattes (site do cnpq - Plataforma Lattes)


Boas novas, sempre dividimos com prazer! Estou na finalíssima do concurso "Causos do ECA", da Fundação Promenino da Telefônica. Entre os 20, serão escolhidos 6 causos.

Para ler o texto e votar, basta entrar aqui.

ECA na escola
Maria Inês Amarante - São Paulo - São Paulo

Texto: O maior presente

Me sinto tão emocionada - e olha que é tudo verdade - de pensar em tudo o que houve e o quanto teria sido bom continuar com aquela turma. Mas, como diz o Chico Buarque: "vida veio e me levou"- passei a atuar em outras paragens, só que no mesmo sentido e sentindo tantas outras emoções - e sem querer plagear o Roberto Carlos: "sãs tantas as emoções"é só a gente abrir o coração. Nem sei o que dizer se por acaso ganhar algum prêmio, pois acho que só vou chorar... mas, antes de tudo, é de saudade mesmo. Vire e mexe algum aluno me reencontra no orkut, no e-mail, fala comigo, manda mensagem de carinho. Acho que para quem desejou tanto um filho prá criar e não teve, essa lida com alunos me faz sentir um pouco mãe de alguns.


Um aviso: Não se incomodem se um certo cadastro incomodar quem decidir por votar.

Inté :)

besos <;o)


2 comentários:

Jens disse...

Oi Feiticeira.
Bonita homenagem à Maria Inês, mulher porreta. Também fiquei gostando dela.
Um beijo e uma boa semana.

Vais disse...

Olá Jens, você é um cara super legal, ahahahaha, sabe chocolate ao leite?
a Inês é muito bacana mesmo, e só de falar vem um sorriso, pois ela também fala que se não tiver o sorriso, não tem jeito.
beijo e bom fim de semana