quarta-feira, 26 de novembro de 2014

do plano de fundo



Pronunciei: estou com saudades de você. Oh, que lindo do sorriso! A janela de madeira antiga foi fechada, uma grade (bonita?) de ferros trabalhados cimentada. Ninguém sai ninguém entra. Só pássaros, borboletas, insetos, e vento e poeira, raios de sol de lua, pingos de chuva. Palavras penetram pela grade pelas frestas, cantadas, gritadas, sussurradas, faladas. Também passa um braço levando a mão, e o toque... quem sabe?

*


Em um quarto qualquer... quem se importa? Quatro paredes, duas janelas, um teto um piso, uma porta. Vértices, arestas, ângulos retos, diagonais. Um trabalho: calcule a altura, o perímetro, mostre o resultado. Pintura gasta, buracos no reboco, quatro ou cinco tacos soltos, retângulo velho de rodapé carcomido. Ah! Porém, uma cama, um criado, uma cadeira, nenhum cabideiro, nenhuma cortina, um jarro, dois copos, dois corpos na penumbra da lâmpada queimada se deixam...

*********************

Um Som!!!!!!!!!!!!!!!!!


Neil Young - "Like A Hurricane" Lyrics (HD)


Nenhum comentário: