quarta-feira, 26 de outubro de 2011

um som!

Ouvi este no Almanaque 68 da Sandrinha Camurça, gostei e trouxe um vídeo.



Nouvelle Vague - Dance with me 




********************

Dar um basta aqui não altera. A piração não tem fim.

Apenas um diferencial:
Bem menos saberão
Bem menos saberão
Bem menos saberão
Bem menos saberão
Bem menos saberão
Bem menos saberão
Limitar-se à aldeia
à aldeia
à aldeia
à aldeia
à aldeia
à aldeia
porém sempre uma 

As entrelinhas dizem:
Estou dentro de você
Mas quem sabe?
Não digo de
Estou dentro
Aonde?
Na frente 
No meio
Atrás 
Falam e não
Tá guardado prá fora
Quem entende?
É o que tá pegando
Me contradigo nas voltas


6 comentários:

sandra camurça disse...

Vais, linda! Não conhecia o vídeo, amei!!! E a música só conheci recentemente pela híbrido rádio. Acho que qualquer dia desses levo pro meu almanaque também :)

Vi a moça azul no post abaixo... Grata, minha flor!
Gosto um tanto d'ocê!
Beijos

Vais disse...

aplicação de sons e imagens, de lá de cá, de cá de lá.

a música é uma delícia e fui procurar no vocêtube, e aparece aquele monte de vídeos, quando abri este, escolhi, fui fuxicar a letra e gostei também.


bacana demais esta MOÇA AZUL

beijocas, querida hermanita, também gosto

sandra camurça disse...

"Volta"? Voltei, rsrs...
Gostei demais desse poema visual, em
infinita espiral! :)
Besos, mana

Vais disse...

Sandrinha, volta volta volta
ô querida Dona Moça e volta volta e volta
pensei num redemoinho, mas ia dar muito trabalho :)
beijos, minha linda

Jorge Pimenta disse...

quase fiquei zonzo com as voltas que e reviravoltas para que as palavras, em espiral, me empurram. será que elas me entendem?...
beijinho, vais!

Vais disse...

se nos empurram e ficamos zonzos, em algum ponto da espiral podemos nos pendurar nalguma letra.
Não sei, Jorge, se as palavras te entendem, o que sei é que você bem sabe usá-las.
beijo, moço querido