terça-feira, 8 de março de 2011

8 de março

montagem minha

Para Loba.

y para las mujeres en las luchas.


***********

Paulo Leminski

nem toda hora

é obra
nem toda obra
é prima
algumas são mães
outras irmãs
algumas
clima

**********************

Um Som!!!!!!
É a voz deste pernambucano.
Um pêssego: cheirosa, gostosa. Um veludo: suave, macia. Enternece que até amolece.



Ao feminino que habita.
A liberdade. A igualdade. A justiça. A fraternidade. A luta. A força. A dança.
A música. A arte. A poesia. A prosa. A energia. A magia. A fantasia. A ousadia. A indignação. A imagem. A doideira. A máscara. A palavra. A mulher. A ...

9 comentários:

Lou Vilela disse...

O painel grita, a música silencia! Geraldinho, um dos que mais gosto. ;)

Um cheiro procê pelo oito e pelos outros tantos.

Vais disse...

Saudações, Lou,
seja bem vinda, moça!
é um prazer e volte sempre que rolar!

um chêro também, grata,
beijo e tudo de bom

Roy Frenkiel disse...

Parabens pelo dia, brava mulher.

bjx

RF

Cris de Souza disse...

bravo!!!

Euza disse...

Eu queria ter feito este poema... e este painel! O dia das mulheres nasceu da luta, do sofrimento, da coragem das mulheres socialistas.
Uma bela homenagem, moça!
Agora vou dizer: tudo aqui é um prazer pros olhos, pro coração e pro intelecto. Suas escolhas são perfeitas.
Beijo de prazer em estar de volta!!!!

sandra camurça disse...

Eita que eu não tinha visto ainda!
Lindo, lindo, adorei!

Beijo Beijos

Jorge Pimenta disse...

umm abraço [com atraso] para ti, amiga, poeta e mulher!

Jens disse...

Adorável Vais:
Os versos apaixonados de Geraldo Azevedo confirmam a força inspiradodora da mulher. Os vates se superam quando cantam a figura feminina. Sei que esta constatação pode conter laivos de machismo, mas dane-se! Viva a mulher.

Beijo com atraso, mas sempre oportuno.

(Exclui o comentário anterior para pequenas correções cosméticas).

Vais disse...

Ei, Roy,
muchas grácias, moço
beijo


*****************


Valeu, Cris!
beijos, querida

****************


Querida, Loba,
pois sim, e ponha luta nisso.
(Man)dei o painel pra você. Lembrei uma ocasião que tinha uns troços pra vender e conversava com minha mãe, então disse que se não vendesse iria dar de presente, e a mamãe, mas minha filha você dá tudo, e eu, mãe, eu adoro dá, e ri muito.
Seu dito me fez ficar verlhema, e uma exclamação que não resisto
rapaaaaaaz!!!! que coisa!!
Querida, Euza, se você se sente assim aqui, pra mim é uma honra.
seja bem vinda toda hora
beijos

***************

Então, Sandrinha,
beijos mis pra ti, hermanita.

*************

Ah, Jorge!
com atraso, bobagem, o abraço tá super que valendo, é o presente

beijinhos

**************

Olá, Simpático,
o Geraldinho arrasa!
beijos querido e grata pelo carinho, sem me importar se tá atrasado.