terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

O SOM!

Este vai a@s poetas das escritas e poetas das apreciações.




Motivo
Fagner


Composição: Cecília Meireles / Fagner

Eu canto, porque o instante existe

E a minha vida está completa
Não sou alegre nem sou triste, sou poeta
Não sou alegre nem sou triste, sou poeta

Irmão das coisas fugidias
Não sinto gozo nem tormento
Atravesso noites e dias no vento
Se desmorono ou se edifico
Se permaneço ou me desfaço
Não sei se fico ou passo

Eu sei que eu canto e a canção é tudo
Tem sangue eterno a asa ritmada
E um dia eu sei que estarei mudo, mais nada


*************************
Eu volto lá pelo dia 17.
Inté.
Besitos.

7 comentários:

sandra camurça disse...

Lindo poema da Cecilia mas não consegui ver/ouvir a versão musical do Fagner.

Dia 17 é? essa data me remete a alguma coisa...

Beijo grande, querida!
e volta mesmo, viu?

Marcello disse...

Nem alegre nem triste... poeta. E que um dia se calará...
Breve, lindo, e completo!

Até dia 17, então. Vamos sentir sua falta.

Um abraço
..

Vais disse...

Olá querida Sandrinha,
estes vídeos do Fagner, lembra do cebola cortada? também só tinha som, este também, nada de imagem, então não sei o que passou que você não conseguiu escutar, tenta novamente.
e dia 17, heim, heim? volto nas postagens, mas tô por aqui na cozinha, ou cozdacax (cozinha da caxanga)e dá um tempinho de ficar nas peruagens por aís
as aulas das fofas começaram, daí o troço aperta que é uma beleza.
beijinhos mis

*************

Pois sim, Marcello,
"Breve, lindo, e completo!"
17 tá logo alí(saca o alíííí de mineira?)
valeu, moço!
abração

Jorge Pimenta disse...

vais... mas voltas. e nós esperamos :)
"Não sou alegre nem sou triste, sou poeta"
este é dos versos mais verdadeiros alguma vez escritos.
beijinho! cá te esperamos, querida vais!

Vais disse...

Agradecida, Jorge,
sempre, sempre o carinho e consideração

E como são boas algumas parcerias, né mesmo?

escuto, canto(descontando os desafinamentos, eheh), esta canção desde mais jovem nas rodas de viola

beijinhos e até mais

Cris de Souza disse...

jorge falou o que eu diria.

beijo, querida!

Vais disse...

Pois sim, moça cris.tal.
beijinhos pra você também