segunda-feira, 24 de maio de 2010

indignação pura

.




Sábado(22) de tarde saímos, eu e as fofas, para irmos ao Expominas, visitar a bienal, ver livros, comprar algum e curtir.
Fomos com a grana das passagens, a Júnia já paga, do lanche e de algum ou outro livro.
Chegando lá, no saguão de entrada, guichês, muita gente, filas, e lugares para preenchimento de formulários, fomos a um destes, onde havia um moço preenchendo. Cheguei e perguntei a ele se precisava preencher, ele disse que era para professores, e eu, ei Cleber, olá, fui sua aluna... e a conversa rendeu um pouco, ele é professor de Biologia e disse para pegar a fila, a dos convites.
Fomos para a fila, grande, com muita gente. Perguntei à moça que coordenava, é aqui que se pega os convites? E ela, sim, tem que pagar. Pagar? Como assim? E ela, sim... e falou dos preços dos “convites” que estão mais abaixo.
Enquanto conversava com a moça, as meninas guardavam o lugar na fila, fui lá e disse a elas, vamos embora, tem que pagar para entrar e pelas carinhas, ia haver choro.
Fomos até um dos guichês dos credenciados, e eu como se não soubesse de nada perguntei, aonde podemos entrar?
São credenciadas?
Não.
Então vocês tem que pagar...
O sangue já tava quente e coloquei o absurdo da situação, da exclusão, é um evento para ricos? Pra se ver livros tem que pagar?
A moça chamou outra, e esta outra nos colocou pra dentro.
Disse a ela, não é assim que se resolve, e como estava com as meninas, entramos, elas estavam querendo entrar.
Lá dentro, barracas de livros, revistas e tudo quanto há sobre, muitos preços populares, opções e variedades para muitos gostos, apresentações artísticas, culturais, e tal e tal...
Na barraca onde compramos um kit com livrinhos e cd para as fofas e um pequeno dicionário português-espanhol, que estava afim, comentando com o atendente o absurdo de se cobrar “convite”, ele concordando, ainda falou do absurdo que estavam cobrando para os expositores, e que poderiam, pelo menos que esta entrada paga, fosse consumação, assim as pessoas sairiam de lá com algum livro.
Pois é, que coisa!
Pagamos e o rapaz ainda nos deu um convite cortesia. Aceitei pra não fazer desfeita, e mais tarde passamos pra frente, a um conhecido.
Agora, é uma lástima, e fico com vontade de colocar toda minha indignação sem um pingo de diplomacia, com muitos palavrões e toda a porra que queima por dentro.
Bienal excludente e elitista.
Governo de Minas politicamente deplorável e deprimente.
Abaixo o PSDB e todos os partidos desta laia e toda esta direita que é do contra, contra o povo brasileiro, contra os trabalhadores e trabalhadoras, contra o Brasil.
Vai abaixo, os preços cobrados.

Ingressos:
Dias úteis (segunda à sexta)
Entrada inteira – R$ 8,00
Meia-entrada – R$ 4,00*

Final de semana (sábado e domingo)
Entrada inteira – R$ 10,00
Meia-entrada – R$ 5,00*
*Os estudantes devem apresentar documento de identificação estudantil com data de validade. Caso no documento apresentado não conste data de validade, deverá ser apresentado outro que comprove a matrícula ou a freqüência no ano letivo em curso acompanhado de carteira de identidade.
Os idosos devem apresentar carteira de identidade.

Menores de 1,00m não pagam.

Estacionamento Expominas:
Veículos - R$ 15,00
Motos – R$ 7,50
Ônibus - R$ 45,00
*Pagamento somente em dinheiro ou cheque
Locação de carrinhos e cadeiras de rodas:
Na entrada do evento.
DESCRIÇÃO CUSTO R$:
1 Carrinho de compras R$ 5,00 p/hora
2 Carrinhos de bebê R$ 5,00 p/hora
3 Carros infantis R$ 8,00 p/hora
4 Cadeiras de rodas R$ 8,00 p/hora


É MOLE OU QUER MAIS??????

Nenhum comentário: