sábado, 27 de fevereiro de 2010

Especiarias

.
PIRATA ZINE - ANO 1 - N. 2 - DEZ/2001


Lê-me
É um simples pedido
Se acaso ficares entediado, compreendo
Se nada achares de interessante, respeito
Ou se nada entenderes, que posso eu fazer?
Lê de novo.

**********************

Nos mares de letras
Mário, pirata da perna-de-pau, ladra palavras
Seduzida a sereia, cala o canto.
.
**************************


A utilidade sai das quatro paredes
Lá fora,
ela acha muito mais que ir à padaria,
quando ninguém quer ir
Lá fora,

ela passa pelos bancos,
voa debaixo das marquises
Acha pouso atrás do palácio
Na árvore com sementes cerebrais


.

2 comentários:

Marcelo F. Carvalho disse...

Especiarias que deixam todas as letras com gosto de iluminação!
___________________
Seus poemas fazem um bem danado aos nossos olhos!

Vais disse...

Ah,Professor! vi lá.
E se gostou, que posso eu fazer?
Enviar um beijo estalado
Grata Marcelo
Abração