segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

despedidas e boas vindas


Festa é o quê há.
Som, conversas, danças, trocas, cômes e bébes, vibração pura.
E não tem jeito, nas comemorações ou nos velórios, sempre rola @s mais diferenciad@s tira/comidas e birinaites/bebidas.
No caso dos velórios, o canal é ficar na cozinha, vez ou outra, surgem umas paradas interessantes que ficam amocadas, isto pra não escandalizar muito, a turma da sala.

Uso da linguagem conceitual do homem, da mulher para combatê-los.
Eu desafio o homem, a mulher.
Não percam tempo e nem gastem seu precioso dinheiro.
Digam não, sempre que puderem, às porcarias entupidas de conservantes industrializadas trangênicas:
Mata!

Nenhum comentário: