sexta-feira, 3 de outubro de 2008

uma cartilha

Pois, muito bem, a Inês, esta graça de mulher, me enviou uma cartilha, produzida na década de 70, na Alemanha, e algumas educadoras, professoras brasileiras, começaram a trabalhar com ela, traduzida, em algumas escolas, e a cartilha causou tanto constrangimento numa das escolas, ao ponto de uma das professoras querer banir de lá essa pouca vergonha.
Pois, muito bem, em pleno século XXI, ainda querem manter o repolho, a cegonha, e mais um monte das hipocrisias que estão na cabeça e na prática das gentes por aí.
Como estamos entre adultos, brinquei um pouco nos títulos.
Por estes tempos estou lá no Recanto.

inté.

:=}

3 comentários:

Jens disse...

Comentei lá.

Moacy Cirne disse...

Também vi a cartilha, no Recanto. De fato, é impressionante como ainda tem gente atrasada na Escola. Beijos.

Jens disse...

Oi Feiticeira.
Que merda, acertaram meu coração. Estou triste. Vai passar, espero.
Beijo.