sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Qualidades negativas qualificam as anti-virtudes
Nações muitas estão sob, abaixo
Subjugados por brancos insatisfeitos
A paz deles anda de muletas na África
As bandeiras brancas atam-se aos cotocos
- Precisamos proteger nossos soldados! Disse o Bill.
Procura ouro, não nestas minas.
As cores são outras,
de tão valiosa, a luminosidade explode numa mortal luz.
Tostadas as retinas, tu te tornas indefeso
e só saberás o que perdeste, quando os olhos abrir.
- Não desafie o mundo! Disse o Bill.
Até hoje, não ouvi dizer que a fissão dos átomos

do petróleo poderia criar grandes cogumelos no ar.
Mas, há quem possa dizer que o papa fará do vaticano uma creche.
Negada a minha permissão,
na crença nos estados unidos do norte
No oeste, escalpo de índios
No sul, queima de negros
Pobre México enganado!
Intervenções, invasões, pretensões
Dominância, ganância
Nação! Teoricamente tão linda!
Enquanto isso, os acordos pacíficos são levados pelo Pacífico
em galões nos porões
vigiados nas noites por seres sombrios,
vigilantes em seus caixões.
(98)



O SOM!!!!!
Aluga-se
Composição: Raul Seixas e Claudio Roberto

Nós não vamo paga nada
Nós não vamo paga nada
É tudo free!
Tá na hora agora é free
Vamo embora
Dá lugar pros gringo entrar
Esse imóvel tá prá alugar

4 comentários:

Halem Souza disse...

E quase ninguém (fora os beneficiários-milionários e os ingênuos por conveniência) confia mais nos estados unidos do norte...

Quanto ao Raul Seixas, por incrível que pareça, nunca fez minha cabeça, embora goste de uma ou outra música dele. Um abraço.

Marcelo F. Carvalho disse...

Vais, isso é de uma "lindeza" danada de boa! Adorei!
________________
Gosto do Raul, Ouro de Tolo é a minha preferida.
________________
Abraço forte!

Jens disse...

Vais, grande e querida Vais:
Pau neles! Tô contigo e não abro!
(PS. Gostosos, coxudos na verdade, os últimos posts).
Beijo.

adelaide amorim disse...

Direto do post do Marcelo, vim ver pra crer - gostei mesmo, Vais!
Beijo pra você.