quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

*

Provocação

Os canais abrem-se
As porcarias invadem
As interessantes ocupam
sua casa, festa, mente ...
Mente o imposto
Impõe o dito,
ditas pela garganta,
empurram goela abaixo
formas incabíveis
- Dor? Que nada!
Nada sente
As drogas entorpecem
A igreja salva
madre Teresa, a escolhida, não é santa
E posso ter horrorizado.

O som!

Zeca Baleiro
Guru Da Galera

deus
nego quer um milagre em cada esquina
na praça a massa reza e desafina
tua palavra santa minha boca canta
para o fim louvar

3 comentários:

Moacy Cirne disse...

Provocar é preciso; acomodar-se, jamais! Beijos. E um bom carnaval para você, viu?!

sandra camurça disse...

Ei, mocinha. Por acaso essa postagem tem alguma coisa a ver com o Nobel da Paz? rs...sei muito bem que não és chegada a uma premiação. Tô enganada, ou não?
beijos.

Vais disse...

Moacy,
beijo pra você e um otésimo carnaval, aproveite o feriado.

*******

Ei Sandrinha,
tem não, Dona Moça.
Usando um termo e achando graça, me senti contemplada, pelo fato de não ter tantos leitores e os que tenho, também visitam os blogues de vocês, sobre o Boal e Nobel, nas postagens do Pirata, na sua e também vi no blogue da Clarice, o naofosseisso.
foi isto.
carnaval maravilhoso pra você
beijo